Quem somos

A Fundação Cosme de Farias foi criada com personalidade jurídica de direito público, com autonomia administrativa, financeira, orçamentária e jurídica e plena gestão de seus bens e recursos, sem fins lucrativos e vinculada à Câmara Municipal de Salvador. Constituem finalidades básicas da Fundação Cosme de Farias a promoção, apoio, incentivo e patrocínio de eventos e artes culturais e de assistência e comunicação social, voltados para a valorização, divulgação e aperfeiçoamento das atividades do Poder Legislativo Municipal.

A Fundação gere o serviço de radiodifusão sonora e de sons e imagens, com fins exclusivamente informativos, educativos e culturais, bem como serviço de radiodifusão comunitária, serviço de retransmissão e repetição de televisão, serviço auxiliar de radiodifusão e serviços de telecomunicação, cabendo-lhe como atividade principal operar e gerir as emissoras de televisão e rádio, respectivamente TV Câmara e Rádio Câmara, ambas sem finalidade comercial, com objetivos exclusivamente informativos.

A TV e a Rádio Câmara Salvador, veículos de comunicação da Câmara da capital baiana, que tem por objetivo estabelecer uma relação de aproximação com os 163 bairros da cidade, passam por um novo processo de gestão, através da Fundação Cosme de Farias. Um dos maiores avanços desde 2015 se deu na elaboração da nova grade de programação, composta por 16 programas, que passou a ser veiculada em 2017, resultado em verdadeiro avanço no trabalho desenvolvido até então, favorecendo a aproximação da comunidade local ao veículo de comunicação, em razão de o novo conteúdo produzido ter sido idealizado para proporcionar a identificação do cidadão com a TV, estabelecendo uma importante relação de pertencimento.

Em um momento em que as novas tecnologias, capitaneadas pelas redes sociais, ganham força, é fundamental que a internet funcione como um agente essencial dentro do processo de relacionamento com o público. As ações de fortalecimento do canal que foram propostas ao longo deste ano visaram mobilizar pessoas de diferentes classes sociais, que se preocuparam em falar da realidade onde vivem e se utilizam da TV e Rádio Câmara Salvador para exercer a sua cidadania.

VALORES, MISSÃO E VISÃO

VALORES: Credibilidade, transparência, informação, modernidade e prestação de serviço.

MISSÃO: Informar o cidadão através de uma programação pautada na informação e na prestação de serviço, através de uma linguagem jovem e moderna.

VISÃO: Visão estratégica que exige a constante interlocução com o cidadão, ouvindo e dando visibilidade a tudo que acontece em Salvador, sobretudo, na visão dos 43 Vereadores que integram a Câmara Municipal.

DESAFIO DE APERFEIÇOAR A PROGRAMAÇÃO

O desafio é criar mecanismos que possibilitem uma maior estruturação da televisão, com apresentação de uma nova grade de programação, que conseguisse ampliar o diálogo entre a Câmara, seus 43 vereadores e a população da cidade. A meta atingida foi a implementação da nova programação, com 14 programas gravados e dois ao vivo. A grade diversificada e a escolha do casting de jornalistas apostam em novos conceitos de comunicação com o público, criando meios diversos de aproximar o cidadão e a informação. Inclusive, a dinâmica em uma emissora de televisão se faz tão intensa, com idas e vindas dos profissionais, que obriga a uma constante atualização dessa grade, que precisa, eventualmente, ser modificada ou atualizada, para ampliar o diálogo e fortalecer os laços com o cidadão.

No caso de uma TV advinda de uma casa política, o ponto de partida dessa reestruturação foi a necessidade de demonstrar que a população convive com ações políticas todo o tempo e, inclusive, as sociedades se organizam, historicamente, em torno dela. Mais do que isto, até. O eixo onde a TV cresceu previa que o trabalho deveria estar, de um lado, atento às demandas do mercado, ao mesmo tempo demonstrando que, se as pessoas insistem em permanecer distanciadas da discussão de temas de interesse social (todos eles apenas solúveis através de ações políticas), o Município, Estado e União permanecem com um eterno contingenciamento de preocupação e envolvimento popular – o que impede que a discussão ocorra e que o assunto se ajuste à demanda social.

A opção da nova TV e Rádio Câmara Salvador é a de envolver as pessoas na ação de pensar a cidade, através de mudanças profundas na percepção do sentido de comunicar para as TVs e rádios. Assim, a decisão por inovar desde a criação da grade, com programas apoiados no bom humor característico dos brasileiros e, principalmente, mostrando muitos pontos de vista diferentes de cada assunto. Para conseguir o tempo necessário para este tipo de abordagem, foi desenvolvida uma grade temática, onde cada apresentador aborda o assunto de tal maneira que, depois de editado, gire em torno de 24 minutos. Para complementar a grade com a já esperada ruptura para as mensagens comerciais, foram criados interprogramas de três minutos, com o perfil de breaks, passando mensagens claras e, na sua maioria, práticas, com muita informação e prestação de serviço.

Outra mudança importante que aconteceu no eixo desenvolvido pela TV Câmara Salvador foi a inclusão dos 43 vereadores, que passaram a opinar sobre tudo, como qualquer pessoa da cidade, ou melhor: junto às pessoas da cidade, o que cria um coletivo que passa a analisar Salvador e seus problemas com absoluta naturalidade. Até porque, o protagonista da emissora não é o vereador, mas sim, a ação e o trabalho desenvolvidos por eles, que impactam diretamente no dia a dia da cidade e das suas comunidades.

Cadastre seu e-mail e receba nossos boletins

Câmara

Presidência

Marcas e Manual

Agenda

Centro de Cultura

Biblioteca

Gestão de qualidade

Transparência

Concurso público

Processos Licitatórios

Frequencia de vereadores

Despesas viagem

Prestação de contas

Leis Municipais