Plano de ação

Plano de Ação da Ouvidoria 2018


1. REESTRUTURAÇÃO INTERNA

- Empenhar esforços, em conjunto com a equipe da Ouvidoria Geral do Município, na correção dos problemas enfrentados no uso do sistema Fala Salvador.

- Solicitação de novo treinamento para uso da Plataforma Integrada de Relacionamento com o Cidadão, Sistema Fala Salvador, junto à OGM.

- Adquirir, com o apoio da Presidência da Casa, equipamentos e materiais que possibilitem a execução dos projetos programados, a saber: plotagem das novas caixas de sugestão, canetas fixas para as novas caixas de sugestão; acessórios técnicos (tomadas, adaptadores, extensões);

- Capacitar os novos membros da equipe técnica com os cursos gratuitos e à distância do Portal Interlegis: Excelência no Atendimento, Conhecendo o Novo Acordo Ortográfico, Ética e Administração Pública, Lei de Acesso à Informação, Ouvidoria na Administração Pública, Ouvidoria no Ambiente Legislativo Municipal;


2. COMUNICAÇÃO

- Atualizar o site da Ouvidoria (galeria de fotos e vídeos, seção Palavra de Ouvidor, revisão dos links e abas existentes, inclusão dos novos projetos do órgão, inclusão dos arquivos de audiências públicas);

- Elaborar proposta de enquete sobre o carnaval a ser veiculada no site da Câmara;

- Solicitar à Presidência ampliação da divulgação da Ouvidoria na mídia, nos movimentos sociais e conselhos de direitos através de material gráfico, outdoor, redes sociais e programas de TV e Rádio;

- Solicitar inserções periódicas sobre a Ouvidoria no Facebook e Instagram da Câmara;

- Criar um quadro / programa / propaganda sobre a Ouvidoria na TV Câmara (sugestão de programa “Plantão da Ouvidoria”, já com script existente);

- Solicitar à DIRAD e SECOM a produção de spots para rádio e confecção de outdoor sobre a Ouvidoria;

- Divulgar amplamente os casos solucionados pela Ouvidoria, a fim de aumentar a credibilidade e incentivar o uso do órgão pela população;


3. ATUAÇÃO EM REDE (INTERNA E EXTERNA)

- Com base nos atendimentos de 2018, realizar levantamento de casos ou bairros cujos problemas apresentados são notoriamente graves, afetam coletividades e permanecem sem resolução. O levantamento será utilizado na definição dos bairros escolhidos para audiências públicas, visitas técnicas e edições do projeto Ouvidoria no Bairro ao longo de 2018.

- Realização de audiência pública com ampla participação da sociedade civil para apresentar os dados do relatório de visitas aos CAPS;

- Realização de evento de balanço das atividades de 2017, em parceria com a OGM, com participação da rede estadual e municipal de ouvidores;

- Realização de um workshop com o intuito de promover o diálogo e a troca de experiências entre ouvidores do estado e do município – e suas respectivas equipes técnicas -, visando obter sugestões/soluções para o encaminhamento adequado de demandas recebidas para outros órgãos, bem como o compartilhamento de métodos e procedimentos vivenciados nas ouvidorias públicas.

- Manter a participação nas audiências públicas que discutem as leis orçamentárias do município e nas edições do projeto Câmara Itinerante, montando postos da Ouvidoria

- Instalar e monitorar as novas caixas de sugestão nos cinco prédios da Câmara e intensificar a divulgação das mesmas;

- Mapear todos os Conselhos Municipais e movimentos ou entidades sociais para dar suporte ao Projeto Ouvidoria no Bairro e para enviar e-mails e ofícios apresentando a Ouvidoria;

- Identificar e intensificar o trabalho de parceria com os órgãos mais demandados em 2017 para potencializar o retorno das demandas feitas pela população.


4. AUDIÊNCIAS PÚBLICAS

- Sugestões iniciais de temas: fechamento de algumas escolas municipais e mobilidade urbana pós metrô em Salvador.

- Levantar demandas para a realização de audiências públicas a partir de pedidos da população, atendimentos e reuniões com o Ouvidor, identificando temas prioritários.


5. EDUCAÇÃO PARA CIDADANIA

- Criar instrumento específico para obter feedback dos cidadãos atendidos pela Ouvidoria quanto à qualidade do serviço prestado e os resultados obtidos para oferecer aos órgãos demandados diagnóstico dos problemas identificados e sugestões de melhorias para os serviços;

- Melhorar os mecanismos de recepção das demandas no Câmara Itinerante por meio da abordagem dos cidadãos que falarem na plenária;

- Manter a abordagem aos cidadãos participantes das sessões parlamentares ordinárias e da Tribuna Popular, para fins de divulgação das caixas de sugestões e da Ouvidoria;

- Acompanhar os casos da Tribuna Popular e oferecer suporte às entidades inscritas conforme a demanda apresentada.

Cadastre seu e-mail e receba nossos boletins

Câmara

Presidência

Marcas e Manual

Agenda

Centro de Cultura

Biblioteca

Gestão de qualidade

Transparência

Concurso público

Processos Licitatórios

Frequencia de vereadores

Despesas viagem

Prestação de contas

Leis Municipais